Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BURRO VELHO

BURRO VELHO

09
Mar24

Dos filmes de que gosto - As Bestas, de Rodrigo Sorogoyen

BURRO VELHO

Screenshot_20240309_095632_IMDb.jpg

 

AS BESTAS, do espanhol Rodrigo Sorogoyen, arrecadou Goyas e Césares em barda e é um belíssimo e perturbante filme, com toques de thriller, sobre a brutalidade do mundo rural, um mundo que não entende o da cidade que vem falar em ecologia e paz de espírito, e o da cidade que não assimila a rudeza e as desavenças entre vizinhos por coisas aparentemente pueris, como a disputa de servidões de passagem, que à cidade pode parecer estranha mas que podem ser de toda a importância para quem vive fechado numa vida sem horizontes e que sobrevive a contar tostões e a chafurdar na lama.

Enquanto a primeira parte foca-se numa violência masculina muito primitiva e xenófoba - vêm agora estes estrangeiros aperaltados mandar nos que aqui já nasceram -, na segunda ganha fôlego a perseverança e a história de amor graças à conciliação feminina, correndo o risco, parece-me, deste filme aumentar o fosso entre a cidade e ruralidade, corre o risco destas gentes se sentirem ofendidas - nós não somos assim, nós somos pessoas dignas, os da cidade não sabem do que falam -, mas não estaremos longe da verdade ao sentir que este drama, passado na Galiza profunda perto de Ourense, podia muito bem passar as fronteiras e passar-se numa qualquer aldeia remota do Minho ou Trás-os-Montes.

Nos canais TV Cine e plataforma Filmin.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub