Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BURRO VELHO

BURRO VELHO

13
Mar24

Ainda da noite dos Óscares

BURRO VELHO

Há muitos anos a esta parte que ouvimos sempre dizer que a cerimónia dos Óscares já não é o que era, a própria redução drástica das audiências tem vindo a atestar isso, pois bem, a cerimónia deste ano foi, apesar de totalmente previsível, um sucesso.

O apresentador, o comediante Jimmy Kimmel, teve uma postura mais institucional mas com um apuradíssimo sentido de humor, algo corrosivo como quando brincou com o passado de drogas de Robert Downey Jr., mas deliciosamente certeiro quando perguntou a Trump, que tinha acabado de tweetar contra Kimmel, se ainda não eram horas de ir para a prisão.

Além destas piadas houve mais gargalhadas como quando o wrestler John Cena entrou em palco (quase) nu para apresentar o óscar para o melhor guarda-roupa, foi divertido.

Não faltou o discurso emotivo e galvanizador de Da’Vine Joy Randolph e tivemos atores laureados no passado a homenagearem os atores nomeados, foi um momento inovador e muito sentido.

O In Memoriam, com o Andrea Bocelli e filho a cantarem Time to Say Goodbye enquanto recordaram a Tina Turner, o Tom Wilkinson, o Mathew Perry e todos os que partiram em 2023, foi aquilo que tem de ser, bonito e saudoso.

Sem politizar a festa, Hollywood não deixou de passar as suas mensagens políticas, quer com a mensagem em vídeo que Navalny nos deixou, a interpelar as pessoas do bem a não desistirem, quer com os discursos de aceitação dos prémios de Jonathan Glazer a favor das vítimas de Gaza e de Israel ou do realizador do documentário ‘20 dias em Mariupol’ a favor da Ucrânia, ou até mesmo os símbolos vermelhos nas lapelas e vestidos de muitos dos artistas e técnicos que subiram ao palco.

E os momentos musicais são sempre um marco da noite e foram inesquecíveis, se o meu momento favorito da noite foi ouvir os irmãos Billie Eilish e Phineas O´Connel, como não enaltecer a performance de Jon Baptiste a cantar para a mulher que estava na plateia ou vermos em palco os índios Osage, partilhando aqui convosco a atuação de Ryan Gosling e dos Kens a interpretar uma das músicas do filme Barbie, this is the pure joy of the oscars night.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub