Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BURRO VELHO

BURRO VELHO

17
Jul23

Dos documentários que vejo - House of Hammer

BURRO VELHO

WhatsApp Image 2023-07-16 at 13.12.13.jpeg

 

Armie Hammer era um ator promissor, desempenhou algumas personagens memoráveis (Call me by your name) e tudo apontava que fosse um astro em Hollywood, ainda por cima bonito, carismático e herdeiro de família multimilionária de Los Angeles.

Armie Hammer é também uma pessoa feia e malformada, dispenso-me de mais qualificativos, de quem provavelmente, conhecidos os factos, não me apetece voltar a ver nos écrans.

Mas fiquei muito ambivalente com este documentário, logo à partida com a existência deste mesmo documentário.

Não será politicamente correto assumir a dúvida, Hammer é um fdp e descende duma família de fdps, mas será um abusador? Serão as vítimas verdadeiras vítimas ou umas jovens deslumbradas à procura de vingança e de prolongar os seus dias de fama?

Hammer é um psicopata que violenta as suas presas femininas, escolhidas cerebralmente a dedo, ou é mais um sacana famoso e sedutor que nos seus flirts tenta viver as suas fantasias a roçar o extremo? As jovens alguma vez disseram ‘não’? Não, assumem que não. As jovens andavam felizes e por sua vontade própria? Sim. As jovens foram impedidas de ou forçadas a alguma coisa? Tenho dúvidas.

Gostar de sexo BDSM e ser kinky não é tema, escrever mensagens dirty e fortes não é tema (alguém dizer num whatsapp que gostava de a comer (literalmente) não faz dela um canibal, please), a falta de consentimento sim, aí entra o abuso, e estas jovens reconhecem que nunca disseram não, pelo contrário, apanhavam aviões para atravessar a América e sair para a farra com o príncipe famoso.

Será que temos um abusador em série ou será que temos histórias de dois adultos livres, independentes e capazes de se defender?

O mundo não precisa de Armie Hammers, mas serão estes casos vítimas de abuso?

‘House of Hammer’, documentário na HBO Max.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub