Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BURRO VELHO

BURRO VELHO

02
Out23

Está mal - as máfias das senhas

BURRO VELHO

WhatsApp Image 2023-09-29 at 07.28.29.jpeg

 

De alguma forma estou a repetir a opinião que aqui partilhei há apenas quatro meses, mas lido mal com esta falência absoluta do Estado nos serviços básicos que presta e nas franjas da população mais vulneráveis que são de longe as mais afetadas – nos últimos cinco anos testemunho diariamente as intermináveis filas para alguns serviços públicos em Lisboa, filas que contornam quarteirões, sobretudo para o IMT, primeiro na Elias Garcia, agora ao Saldanha, todos os dias, ano após ano, e nada se faz, é deixar ali as pessoas a tostarem, onde por vezes acontece uma pequena zaragata mas quase sempre pessoas ordeiras e pacientes.

Por isso esta notícia chocou-me imenso, de que existe uma máfia das senhas nas lojas de cidadão, alguém também vulnerável ocupa os lugares dianteiros de véspera e depois os manda-chuvas, nas barbas das autoridades, vendem essas senhas a quem por elas desespera, 20€ é um valor comum, mas pode ir aos 100€ em função do grau desse desespero.

Ninguém me convence que estas não são daquelas situações que o Estado tem imperiosamente de sanar, primeiro a de fazer desaparecer esta escumalha sem escrúpulos (ao que parece o ministério público já terá o processo em mãos, esperemos que produza resultados), e que duma vez por todas resolvam a praga das filas intermináveis, se calhar até já há soluções, se calhar até já há aplicações para se agendar antecipadamente uma hora, se calhar as pessoas simplesmente desconhecem, mas isto não é sazonal, é dia atrás de dia, ano atrás de ano, há cinco anos testemunho eu todos os dias, não abandonem estas pessoas que esperam, não nos abandonem.

 

02
Jun23

Está mal - Serviços Públicos

BURRO VELHO

WhatsApp Image 2023-06-02 at 00.29.32.jpeg

Todos as manhãs antes das 9 passo por várias repartições públicas como o IMT, a Segurança Social e uma Loja do Cidadão, que não parece ser das piores, e o cenário é sempre o mesmo, filas de espera (na foto) que dão a volta ao quarteirão, filas de centenas de metros e longas horas pela frente em condições verdadeiramente penosas (na sua grande maioria estrangeiros) – e quem for um pouco mais tarde já não arranja as benditas senhas.

Num país que se quer na vanguarda do mundo ocidental, e com um Governo que diz estar com os bolsos cheios, não se tratam as pessoas desta forma indigna, o mau atendimento das repartições públicas devia ser uma prioridade de estado.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub